22 de jul. de 2012

Sêneca

“Não é que temos tempo exíguo. O problema é que perdemos muito dele (...) Não é que recebemos um vida breve. Nós a encurtamos (...) A vida desde que saibas como usá-la, ela é longa (...) Cuida de viver o já e o agora (...) Muitos seriam os argumentos para evidenciar que os indivíduos atarefados têm uma vida muito breve (...) A maior parte de tua vida e, por certo, a melhor foi consagrada aos assuntos do Estado. Agora, reserva um pouco de tempo para ti. ”
Autor: Sêneca
Fonte: QuiNTa FiLoSóFiCa [Ano VI – No. 240]

Examinai tudo. Retende o bem. 1 Tessalonicenses - 5, 21