Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Feliz 2010!

Ao terminar este ano, somente devemos confiar em um futuro melhor, em um amanhã mais digno da espécie humana; porém, esse amanhã terá de ser lavrado com nosso esforço, com nossa inteligência e com a sublime aspiração de um destino superior.
Autor: Carlos Bernardo González Pecotche

Humberto Gessinger

Quem ocupa o trono
Tem culpa
Quem oculta o crime
Também
Quem duvida da vida
Tem culpa
Quem evita a dúvida
Também tem...

Somos quem podemos ser...
Sonhos que podemos ter...

Autor: Humberto Gessinger
Música: Somos Quem Podemos Ser

Freud

Ora o doente concorda que cometeu um erro ao rejeitar o desejo patogênico e aceita total ou parcialmente esse desejo; ora o próprio desejo é orientado para um objetivo mais elevado e por esse motivo, menos sujeito à objeção (é o que chamo de sublimação do desejo); ora reconhece-se que era correto rejeitar o desejo, mas substitui-se o mecanismo automático e portanto insuficiente do recalcamento por um juízo de condenação moral proferido com a ajuda das mais altas instâncias espirituais do homem; é em plena luz que se triunfa sobre o desejo. Autor: Freud Livro: Cinco lições sobre a psicanálise

Pascal

Como a natureza nos torna sempre infelizes em todos os estados, nossos desejos figuram um estado de felicidade, porque acrescentam ao estado em que estamos os prazeres do estado em que não estamos; e, acaso chegássemos a esses prazeres, não ficaríamos com isso felizes porque teríamos outros desejos conforme a esse novo estado. Autor: Pascal Livro: Pensamentos

Immanuel Kant

O desejo é a autodeterminação do poder de um sujeito pela representação de um fato futuro, que seria o efeito desse poder. Autor: Immanuel Kant Livro: Antropologia do ponto de vista pragmático

Epicuro

Entre os desejos, alguns são naturais e necessários, outros naturais e não necessários, e outros, nem naturais, nem necessários, mas efeito de opiniões vazias. Autor: Epicuro Livro: Carta a Meneceu